quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Síndrome do Baba baby: Quando a novinha danada cresce

O que será abordado hoje atingiu e atinge milhões de homens todos os dias nas diversas partes do mundo, em todas as classes sociais (mentira, se for rico isso não acontece), é um assunto que queria falar há tempos, mas nunca lembrava de escrever, a denominada por mim, síndrome do baba baby.

Acho que todos nós nos lembramos da famosa música do ícone da MPB chamado Kelly key, a canção chamada Baba Baby, que inexplicavelmente fez um sucesso avassalador, ta bom, nem tão inexplicavelmente assim, porque no Brasil sucesso está longe de ser sinônimo de qualidade, mas esse não é o assunto do texto, pois bem, vocês se lembram dessa letra, né? 


Baba Baby

Você não acreditou, você nem me olhou
Disse que eu era muito nova pra você
Mas agora que cresci você quer me namorar

Você não acreditou, você sequer notou
Disse que eu era muito nova pra você
Mas agora que cresci você quer me namorar

Não vou acreditar nesse falso amor
Que só quer me iludir, me enganar
Isso é caô

E pra não dizer que eu sou ruim
Vou deixar você me olhar
Só olhar, só olhar, baba

Baby, baba, olha o que perdeu
Baba, a criança cresceu
Bom, bem feito pra você, é
Agora eu sou mais eu

Isso é pra você aprender
A nunca mais me esnobar
Baba baby, baby baba, baba

Bem, essa letra esplêndida é só para exemplificar o porquê do nome dessa “síndrome”, como a letra claramente mostra, uma menina que era afim de um rapaz mais velho, porém ainda era uma criança, e ele, seja por ideologia, princípios ou até mesmo um certo medo, não aceitou o pedido de romance da doce e linda menina, deixando claro o motivo: Ela é muito nova para ele e assim magoando desconsoladamente o coração da inocente menina.

Porém o destino cruel e implacável como sempre não deixa barato e prepara uma vingança maquiavélica para o pobre rapaz: a menina naturalmente cresce e meticulosamente vira uma estonteante mulher. Assim, naturalmente o moço ao ver tamanha beleza e por já ter um certo contato com a jovem, a procura novamente, dessa vez o jogo se inverte de uma forma diabólica e a menina, relembrando do passado obscuro, diz um magnífico e sonoro NÃO.

E esse "não" faz com que a cabeça do pobre moçoilo entre em parafuso, PORQUE ELA AGORA DIZ NÃO, SE ANTES ESTAVA INTERESSADA??? Simples, nobre colega, lhe darei dois breves motivos:

1- O tempo, ele que às vezes é benéfico (foi para a menina deixando-a ainda mais linda) e às vezes é um vilão implacável (foi para o pobre garoto, a não ser que tenha o deixado rico) e ela agora além de mais linda, está envolta em milhares de novas concepções, novos rolinhos, novas paixões, um mundo completamente diferente, que a fez olhar tudo de uma nova maneira e assim, você virou uma infeliz lembrança, o que nos leva ao motivo dois.

2- Orgulho, aquela doce e adorável menina cresceu e virou uma inescrupulosa mulher, que tem um orgulho quase inatingível, e esse orgulho, junto com a sua memória faz com que qualquer coisa que a atraísse no jovem mancebo fosse suplantada por um sentimento de revolta que a acompanha desde a infância, quando foi desprezada por aquele carinha que ela gostou, e acredite, por mais que ela diga que esqueceu, ela NUNCA vai esquecer, e aquele simples "não" do passado, completamente inocente e sem intenção de magoar, dito pelo rapaz se volte contra ele, fazendo com que agora ELE SEJA DESPREZADO, sem pena, remorso, desculpas, ou qualquer sinal de compaixão.

 Agora campeão, você só tem duas escolhas, ou parte pra outra (recomendado) ou insiste tentando mudar esse quadro (aconselhável somente se houver sentimento envolvido) que é praticamente impossível de ser virado, dado as circunstancias.

Falei só sobre os homens porque o contrario é bem difícil de acontecer, e se acontecer, NENHUM homem vai deixar de ficar com alguma mulher só por que foi desprezado, o desprezo já é tão comum na vida dos homens que nós simplesmente NÃO LIGAMOS, passamos por cima e bola pra frente.

Conselho para os homens (recomendo a não leitura das mulheres): A síndrome do Baba Baby acontece na vida de quase todas as mulheres lindas, geralmente elas já são lindas quando novinhas, e só tendem a evoluir, meu conselho é, por mais que seja contra lei, NÃO DESPREZE UMA NOVINHA LINDA (lógico, respeitando uma idade segura, hoje em dia 14 ou 15 anos), por que ela tem tudo para ser uma mulher linda em potencial, não estou incentivando a pedofilia, que isso fique bem claro, só procure formas de mantê-la interessada sem que você infrinja a lei ou os bons costumes, diga sempre talvez, nos homens temos uma capacidade inata de enrolar e, por mais que seja cruel, isso evitará que você sofra dessa terrível síndrome.

Nenhum comentário: