quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Sobre mudanças de opnião e arrependimentos.

Diz a sabedoria popular que “desistir é pros fracos”, eu acreditava nisso, porem a vida tem me ensinado da maneira mais difícil a compreender que para vive-la é preciso assumir algumas fraquezas e, às vezes, saber a hora que devemos tomar atitudes que outrora julgaríamos como atitudes de fracos, como desistir, mudar de opinião ou se arrepender.

Tudo nessa vida esta em constante mudança, nosso corpo, o planeta, até o universo, e hoje em dia eu acho hipocrisia você dizer aquela frase clássica “opinião é só uma” ou “palavra de rei não volta atrás” essas coisas, que o mundo me ensinou serem apenas demagogia.
 
É muito difícil uma opinião, sentimento ou motivo permanecer certo ou válido durante muito tempo ou por toda a vida, tudo passa por tantas mudanças que é impossível mantermos qualquer opinião formada.

Você insiste tanto em uma coisa que ela acaba se tornando questão de honra, e às vezes ela nem é mais necessária ou nem faz tanto sentido como fazia há uns tempos atrás.

Por isso eu cheguei a um ponto que não me sinto mais culpado de desistir, mudar de opinião, de lado ou de motivos para qualquer coisa, como diria o poeta “a gente muda e o mundo muda com a gente”. 

Mudar de opinião com um motivo não é sinal de fraqueza e sim de inteligência.

Um comentário:

Deyse Cruz disse...

Gostei. Na verdade, adorei. :) Tinha pensado em escrever algo relacionado a isso ontem mesmo. E agora tu me inspirou ainda mais! :P


:*