terça-feira, 11 de outubro de 2016

Alguns pontos sobre a PEC 241

Se a PEC passar, o governo, em suas três esferas, terá um limite de gastos. Trocando em miúdos, o governo não poderá gastar mais do que a inflação acumulada nos 12 meses anteriores. Por 20 anos.
TEORICAMENTE seria lindo, magnifico, perfeito, porém, com isso, vem algumas outras coisinhas “no pacote”, que seriam o quase congelamento dos salários do funcionalismo federal (não seria congelamento completo por causa dos planos de carreira, mas sabemos que só isso não é suficiente) e a quase extinção dos concursos públicos, que, se a pec for aprovada, serão feitos apenas para relocar vagas que forem abertas por servidores aposentados.
Lendo e relendo o texto da PEC, esses dois pontos são os únicos que me deixaram triste, por que todos sabemos que o funcionalismo público é uma zona, agora imagine com salários ainda mais defasados e sem concursos para aumentar o já baixo contingente?
Ao contrário do que o PT e seus puxadinhos (psol, pc do b e etc) vem dizendo, a pec não vai TIRAR DINHEIRO da educação, mas também não vai aumentar, TEORICAMENTE vai garantir que seja investido ao menos o que a constituição manda (sabemos que a maioria vai pelo ralo da corrupção, então na real vai ficar é a mesma coisa sempre), por que se diminuir o déficit vai ter ao menos o dinheiro programado, evitando assim os cortes que tanto a Dilma fez.
Já com a saúde, o governo federal só é responsável por 19% de tudo o que o brasil gasta, o resto é de responsabilidade dos estados e municípios, na saúde, talvez, haja alguma perca, mas ainda assim seria menor do que a que a gente passou com a dilma, e se der certo, e tivermos superavit, o valor orçado pode aumentar, com autorização do congresso. Se você se esforçar um pouco você entende.
Então essa parte é boa, limitar gastos não só é preciso como é necessário. Não temos dinheiro infinito.
Um outro lado bom é que vai cortar a criação de novos cargos comissionados (usados quase sempre como apadrinhamento), e de novas estatais, que quase sempre só incham ainda mais o estado.
Sabemos (ao menos quem não vive no mundo da fantasia, em cuba ou na venezuela) que o Brasil está completamente falido, respirando por aparelhos após o sucateamento que o PT fez, que deixou nosso país quase em uma situação de pós guerra e que alguma medida tem que ser tomada.
Também sabemos também que o PT quando esteve no poder sempre defendeu um ajuste fiscal (claro, sempre mantendo os ideais de esquerda que incham o estado) parecido, o ex-ministro levy queria fazer um congelamento parecido, mas não conseguiu porque o PT já não tinha força pra nada.
Por incrível que pareça, não estou defendendo, não estou dizendo que essa é a melhor saída, mas infelizmente precisamos de um limite, de um período de economia para que o pais ao menos saia do negativo. E gastando deliberadamente isso nunca vai acontecer.
O texto sem alterações já foi aprovado em primeiro turno na câmara e ainda vai passar por mais uma votação por lá e depois de mais 2 no senado. Ao invés de ficar repetindo falácias, ficar gritando “ainn fora temer”, que sabemos que não resultará em nada, podemos pressionar deputados e senadores para fazerem adendos e/ou retirarem alguns pontos que podem ser retirados, como o dos concursos e dos salários dos servidores, ou sei lá, que não seja por 20 anos.
É fácil falar fora Temer depois de ter votado na Dilma, a culpa disso tudo é muito mais sua que minha.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Manifesto Eleitoreiro 2016



VEREADORES
11 dos atuais 17 que tentaram a reeleição e não conseguiram, é um excelente sinal, já que, convenhamos, não fizeram absolutamente nada de importante ou inovador, uma das boas notícias: dos 8 vereadores que votaram a favor do aumento da passagem nenhum conseguiu se reeleger (mais ou menos, porque eu considero os irmãos Forneck um indivíduo, logo, podemos até dizer que um conseguiu), que isto sirva de lição para os que entrarão agora, por que aparentemente a população está mais ligada.
Um outro ponto são os oportunistas que tentaram se eleger que claramente serviriam somente pra ser mais um, só pra mamar o gordo salário de vereador, não citarei nomes, mas é só ver a lista de candidatos que você verá uns nomes que você sabe que só fazem peso na terra.
Quantos aos eleitos/reeleitos, dos que conheço: Jackson Ramos, Artemio, Roberto Duarte e Eduardo Farias, o Dudu é o que aparentemente é o mais capacitado (um dos poucos do puxadinho do PT que eu mais ou menos confio), tenho muita fé no Roberto Duarte também, já Artemio e Jackson Ramos são, novamente, só pra cumprir tabela, votos vencidos para o que o PT quiser.

PREFEITO (aqui)
Bem, falar do PT aqui no Acre é uma missão árdua faz tempo, a maquiagem feita pelos irmãos Viana vem tendo resultado nas urnas há quase 18 anos já, logo, nem gosto de comentar política daqui, porque os caras aparelharam tanto o quanto podiam o estado que a caixa preta Viana vai demorar muito pra ser aberta, por mais que tenha a esperança que no âmbito estadual eles não ganhem mais, na prefeitura o PT vem com uma tradição de “boas” gestões desde o Jorge Viana, e o Marcus, apesar de petista, vem sendo um gestor, no mínimo, atencioso com as demandas a ele apresentas, eu mesmo já apontei problemas pra ele pelo twitter que foram solucionados rapidamente por ele (diferentemente do Sebastião que ME BLOQUEOU), pra mim, o único problema dele é ser do PT mesmo, não entra na minha cabeça o cara ver o partido COMPLETAMENTE CONTAMINADO de corrupção, com pessoas da elite do partido sendo presas quase que diariamente, uma gestão na presidência que praticamente faliu o país, militantes que mais são militontos  e o cara continuar nele, simplesmente não dá (eu sei que romper com o sistema é difícil, mas se o cara quiser ele sai, foda se, troca de partido, continua trabalhando e é reeleito tendo saído do mar de lama do PT. Mas eu ainda acho que a culpa dessa perpetuação do domínio petista é culpa, principalmente da oposição RIDICULA que temos, ou as pessoas que são preparadas simplesmente não aparecem ou não tem padrinhos fortes para iniciar a caminhada rumo a uma vitória, ai a população se vê naquela sensação de “menos ruim” e acaba votando no PT que maquia a gestão e nos dá a falsa impressão de boa gestão, mas no fundo está falindo estado (né, G7ião?), ai o pessoal vai e lacra o 13.
Nesse pleito tivemos uma boa surpresa, o meu amigo Carlos Gomes, da REDE, em âmbito nacional não sou muito simpatizante do partido graças a alguns deputados e seu senador, que foram contra o impeachment repetindo os argumentos cansados e sem sentido dos petistas, mas no Acre a rede está muito bem representada, principalmente pelo Carlos, Marina e minha prima Janaina que é vereadora (reeleita já) em Tarauacá. Ele, claramente, era o melhor candidato, ainda mais quando concorrendo com ele tínhamos um petista, a Eliane e o Vaz, mas, sem surpresa, Rio Branco segue sendo um reduto petista, ao menos por mais 4 anos.
Rio Branco foi a única capital a eleger/reeleger um petista, pra ver o nível.

PREFEITO (brasil)
Essa eleição pode ser descrita como o golpe de misericórdia no PT, o partido encolheu 60%,  perdendo nada mais nada menos do que 374 prefeituras, incluindo a de São Paulo e ainda no primeiro turno (primeira vez, desde que o segundo turno foi instituído por lá), deixando o golpe ainda mais duro, transformando se em um partido, no máximo, mediano (e ao que tudo indica no rumo de um partido nanico) que perde mais força a cada prisão e tendo em vista que quase toda semana alguém do partido é preso em breve não teremos mais nem sombra do que já um dos maiores partidos do Brasil, na contramão do PSDB que ganhou mais de 100 em relação a 2012 e está no segundo turno em outras 19 e o PMDB que já era o partido com mais prefeituras e ainda ganhou mais 12 e está no segundo turno em mais 14, o carimbando ainda mais como o maior partido desse país, triste, porém é um fato.

Enfim, em breve essa doença chamada petismo será erradicada e teremos menos um câncer na politica brasileira.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Pode ser esquerdista sem ser petista sim



Quando a ideologia vai longe demais e nos deixa cegos, provavelmente é hora de rever seus conceitos. 

Ser de esquerda é bom (em alguns poucos casos, como a luta pela igualdade de gênero e descriminalização das drogas, por exemplo) mas é ruim em muitos casos, como ser contra a redução da maioridade penal (uma questão que simplesmente não possui argumento válido de defesa a não ser a utopia da educação de qualidade). Assim como a direita tem seus ideais bons e ruins.

Mas tem uma coisa que a esquerda ganha DISPARADO da direita, o “fanatismo”. Ainda não conheci uma pessoa que se considere de esquerda que não seja fanático, mesmo que seja incubado ou escondido em forma de “isento”, parece que pra ser “esquerdista” a pessoa tem que abdicar de todo e qualquer senso de julgamento moral, vide apoiar as ditaduras da américa do sul, cuba e china e ao mesmo tempo repudiar a do brasil (a antiga dos militares) e aplaudir (e mesmo fazer parte na maioria dos casos, mesmo como pau mandado ou peão, como o próprio lula chamou).

Sou funcionário público há 9 anos e 4 deles eu não era concursado, ou seja, estava “de favor” no governo, nessa época eu era petista (todo mundo tem passado negro) e via como o PT agia (não estou dizendo que outros partidos agiriam diferente, veja bem) sempre dizendo “não era obrigado”, mas nas entrelinhas que você sabia que se não fosse mais cedo ou mais tarde “rodava”. Eu ia por vontade própria, pois, como já disse, era petista. Quando deixei de ser, já era concursado, mas via colegas de trabalho sendo “forçados” a ir para bandeiraços, abordagens e etc. Hoje os vejo indo para “atos contra o golpe” e com toda essa BALBURDIA que se tornou o PT não vejo ninguém em sã consciência defendendo esse partido sem algum interesse por trás.

(chamar impeachment de golpe só te faz parecer burro pra direita e pros que não tem lado, como eu)

Então chego no verdadeiro foco deste texto, que eu chamo de “alienação pseudoesquerdista”, não estou chamando ninguém de falso, ou nada parecido, só quero dizer que o que acho que acontece na cabeça dessas pessoas que defendem esse governo mesmo com PROVAS CABAIS de sua corrupção é que caem no conto de que se você criticar um partido com ideais (na teoria) parecidos com o seu você automaticamente vai pro outro lado, vira um coxinha fascista defensor da pena de morte contra casamento gay Aécio neves, o que não é verdade, você pode sim achar algo errado mesmo que os ideais (em teoria) seja parecidos com o seu, não precisa ser conivente com tudo só pra não parecer que você traiu o movimento.

Vocês estão sendo tão cabeças fechadas com isso que estão piores que os radicais de direita.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Direita? Esquerda? Você está é do lado de fora.



Minhas “ideologias” são meio estranhas, não me considero conservador, haja visto que sou a favor do ser humano fazer o que ele quiser, desde que não invada a vida do outro, me identifico muito com bandeiras como aborto, casamento gay, legalização de TODAS AS DROGAS, e etc, pelo simples fato de eu não querer limitar em nada as necessidades e vontades de ninguém, a vida já é difícil sem alguém regulando suas vontades, imagina com um cidadão regulando suas necessidades sexuais ou limitando sua vontade de “fugir da realidade”?
Mas também me identifico com algumas ideias comumente instigadas pela “direita”, como pena de morte, redução da maioridade penal, liberação do porte de armas de fogo e etc, e me considero bastante lúcido e imparcial, portanto estive pensando e cheguei a conclusão que essa “divisão de ideais” está mais que ultrapassada, defender ou acreditar em uma ideia não o torna automaticamente simpatizando de uma ideologia e contrário a outra, nem muito menos o deixa “neutro” ou sem opinião, você simplesmente não deixa de acreditar ou de aceitar a realidade por medo de ser taxado de “esquerdista” ou “direitista”.

Vamos por partes.

Controle estatal e economia – A direita diz que o estado deve interferir o mínimo possível, a esquerda que tem que controlar tudo.
O Brasil tem um sistema completamente viciado e toda e qualquer ideia de controle do estado tem que ser discutida seriamente, o que aconteceu com a Petrobras tem até tornado a discussão mais fácil, NO BRASIL O CONTROLE DO ESTADO SIMPLESMENTE NÃO FUNCIONA, eu sou funcionário público há 10 anos, eu sei. Trabalhei nas três esferas e vi onde o sapato aperta, o sistema esmaga quem quer trabalhar bem e privilegia quem quer ser desonesto, é muito fácil roubar a máquina estatal e o resultado disso é visto em escândalos diariamente. Não vou nem entrar na discussão do capitalismo/socialismo por que só discuto coisas que podem ocorrer e o socialismo não tem chance de funcionar.
Veredito: Sou de direita.

Religião – A direita diz que tem que se meter em tudo, até no estado, a direita defende o estado laico.
A religião serve unicamente pra VOCÊ enquanto pessoa se sinta mais confortável e feliz, não vou entrar no mérito de se deus existe ou não, essa discussão, assim como a religião deve ser PESSOAL, ela de maneira nenhuma deve interferir no estado, pelo simples motivo que nem todo mundo acredita na mesma coisa que você e você não pode nem tem o direito de obrigar alguém a acreditar no que você acredita.
Veredito: Sou de esquerda.

1-Redução da maioridade penal e 1.1-pena de morte – A direita é a favor, a esquerda não.
1-Mais uma vez a utopia de um estado melhor e com mais condições leva a dita esquerda ao erro, o argumento da esquerda é que não podemos coibir antes de tentar um meio paliativo, educar antes de condenar, a educação seria a chave para que esses menores ao invés de cometer crimes se preparassem para uma carreira e uma função produtiva na sociedade, mas se nos voltarmos para a realidade o sistema educacional brasileiro não mudará tão cedo, quiçá nunca, então deveremos ser assassinados, ter nossas mulheres estupradas e nossas coisas roubadas enquanto os menores não tem a educação que merecem? A lógica diz que não, a utopia esquerdista diz que sim.
Na real, o que deveria ser punido é o crime e não quem o comete, não importa se a pessoa tem 60 ou 12 anos, se matou tem que pagar, se estuprou tem que pagar e etc.
1.1-           Sou a favor disso pelo simples fato do ser humano só aprender, desde a infância, através de exemplos, e tem exemplo melhor do que uma pessoa que perde sua vida pelo fato der tirado a vida de outra pessoa. Claro que no Brasil o sistema judiciário, assim como os outros, é completamente viciado e muitos inocentes iriam pagar por outros que tenham mais dinheiro, então, sou a favor em partes.
Veredito: Sou de direita.

1-Casamento gay e 1.1-legalização das drogas – A direita é contra, a esquerda a favor.
1-Isso nem deveria ser discutido, uma coisa que só diz respeito a pessoa, que só afetará a vida dela, porque diabos o estado deveria se meter? Simplesmente não faz sentido, mas, a direita (apoiado pela igreja, sempre) diz que o casamento homossexual seria uma afronta a “família brasileira”, o que é uma tremenda falta do que fazer. Bem, não vou nem perder tempo sobre um assunto que não deveria ser discutido.
2-A questão das drogas já foi abordada nesse humilde blog nessa postagem (http://goo.gl/JSnglA) mas resumindo, você sabe o que é bom ou ruim para você, o estado não tem o direito de controlar como você gasta seu dinheiro, a alegação para a proibição é o ônus gerado a saúde publica provocado pela dependência, o que não dizem é o ônus e a violência gerado pelo álcool e cigarro que são liberados. Sem contar os benefícios a sociedade com a diminuição da violência causada pelo tráfico.
Veredito: Sou de esquerda.

Resumindo
Ser de direita ou esquerda é uma denominação que, ao meu ver, ficou no passado, não faz mais sentido se dizer de um lado ou de outro, principalmente no Brasil, onde pessoas e partidos que tradicionalmente eram de um lado hoje agem de forma pior do que os mais radicais do outro lado, hoje tudo é marketing, alguém de direita aceita um cargo em um governo de esquerda dependendo do salário/posição e vice versa, a ideologia hoje está apenas no papel.

BONUS: Atualmente o Brasil é governado pelo PT, um partido que na sua fundação era de esquerda, da tradicional esquerda, hoje porém não tem mais nada daquele partido de anos atrás, traiu completamente sua ideologia se aliando com partidos de direita, tomando decisões que não privilegiam o povo e etc. e o pior de tudo é que hoje existem pessoas que, criticam quem é contra o governo desqualificando-os colocando ao lado de pessoas que se dizem de direita mas que deveriam estar presas (bolsonaros e etc) não, colega, quem é contra um governo completamente desastroso, mentiroso e ditatorial como esse não é “bolsonarete” ou golpista, simplesmente está de olhos abertos e consegue discernir bom de ruim e ver o que está acabando com esse país. A culpa não é só do executivo, mas certamente 98% dessa crise é culpa do partido que controla o governo.